terça-feira, 2 de Junho de 2009

A UNIÃO

A ética e a moral desde os mais antigos tempos andam irmanadas orientando a humanidade em todos os seus segmentos. Os nossos códigos desde Hamurabi até os mais modernos têm como fonte maior a ética para impor seus postulados à sociedade das mais primitivas às evoluídas.
A partir daí, outras linhas são traçadas no caminho da humanidade a indicar-lhe o direito sagrado à liberdade como um dogma importantíssimo para o conceito do chamado direitos humanos. A liberdade no campo dos direitos humanos se destaca com grande eloqüência no segmento da expressão livre para o desenvolvimento das idéias e da cultura, sem fronteiras físicas, psicológicas ou outros impedimentos secundários ou precários. A liberdade de expressão se harmoniza muito com o conceito de boa vontade do homem em sua plenitude de pensamento, como na lição de Kant “ nem no mundo, nem em geral, fora do mundo é possível pensar nada bom sem restrição, a não ser tão só uma boa vontade.”
Quando a obra do homem tem como ponto máximo a boa vontade, em todos os sentidos da vida, a plenitude dos direitos humanos se materializa de modo a engrandecer cada vez mais o homem. Quem expressa sua ideologia composta inteiramente do bem, não pode sofrer sanção como censura ou exemplo expresso para os demais. A sanção, quer seja com a pena; quer seja com a reprovação por mais leve que seja, afronta o corpo e a alma de quem pensa e de quem quer ver a fraternidade ser a fonte de toda harmonia e unidade entre os homens, independente de todas as diversidades em outros ângulos da vida.
Impor disciplina repressora a quem pensa bem, sem preconceitos, prejulgamentos é sobretudo atingir ( pode ser até involuntariamente) os direitos humanos da pessoa, coisa que é preservada e garantida por todas as Constituições dos Estados que elegeram a democracia como regra maior para a convivência.
É aqui e lá, em outras nações que sabem dar aos direitos humanos o lugar de destaque que a humanidade tanto lutou e tanto luta para vê-los eloquentemente implementados.
Quando se fala do bem comum, da fraternidade entre os homens, do crescimento das idéias, tudo vêm em seu apoio, como a ética, a moral, a ciência, a religião em todas as suas modalidades. A religião pode fazer parte da vida do homem, mas não pode impor rigorosamente regras exclusivas. Se este for o comportamento nas relações humanas onde a religião decide, a divisão dos homens se realiza, o que não é bom para a própria fraternidade e amor ao próximo, dogmas até divinos. A união entre os homens não pode ser ameaçada ou atingida pelo egocentrismo de uns em dentrimento do crescimento dos demais nas relações sociais, culturais e até religiosas. A contestação, a discussão nas relações humanas é importante quando o sentido é da união no crescimento global dos projetos desenvolvidos em quaisquer campos de atividade.




Sarinha Freitas ( SAM)

7 comentários:

  1. A ética desde sempre é importante, o transmitir valores, isso nos mostra o bom e o mau caminho, mas hoje em dia cada vez esta mais a ser esquecido o que é a ética,é cada um por si o outro pouco importa.

    Namastê

    ResponderEliminar
  2. Excelente crônica! Te convido de bate pronto a fazer parte do rol de cronistas do meu blog de crônicas. Visite o blog e pense na proposta. Seria um prazer.
    Se aceitar, me forneça um endereço de e-mail para te mandar o convite.

    visite: http://vemproquiosque.blogspot.com

    beijão e muito prazer!

    Lu c>

    ResponderEliminar
  3. Uma questão muito pertinente nos tempos que correm: a ética.
    A ética moral feita dos valores que nos foram legados pelos nossos antepassados.
    E do outro lado a ética dita profissional, a que temos que ter sempre presente no exercício do nosso míster.
    E quando há conflito entre as duas, o que fazer?
    Excelente texto que denota um aprofundado trabalho de pesquisa e reflexão.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  4. Só um coração aberto recebe Amor,
    Só uma mente aberta recebe Sabedoria, E
    Só pessoas especiais recebem mensagens minhas...


    .............(...(`.-``'´´-.´)...)..........
    ..............)......--.......--....(...........
    ............./......(o..._...o)....\..........
    .............\.........(..0..)......./..........
    ..........__.`.-._...'='.._.-.´.__.......
    ......./.......'#.'#.,.--.,.#'.#.'....\.....
    .......\__))..........'#'......... ((__/.....
    __xxxxxxxxxxx______xxxxxxxxxx
    _xxxxxxxxxxxxxx___xxxxxxxxxxxxx
    xxxxxxxxxxxxxxxx_xxxxxxxxxxxxxx
    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    _xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    __xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    ____xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    _______xxxxxxxxxxxxxxxxx
    _Estou____xxxxxxxxxxxx
    _Passando_xxxxxxxxx
    ___Para______xxxxx
    __deixar_____xxxx
    __Um beijinho em teu coração
    Mena_

    ResponderEliminar
  5. Muito grata aos amigos que tiveram a gentileza em comentar.


    Abraço fraternal e especial beijo

    ResponderEliminar
  6. Belo texto! Dá para refletir.
    Devemos ser felizes todos os dias por momentos, e com estes momentos respiramos, brigamos, e vamos a luta.
    Beijosssssssssssssssssssss
    Apareça por lá.

    ResponderEliminar