segunda-feira, 23 de julho de 2012

Tente outra vez



Tente outra vez

Veja
Não diga que a canção está perdida
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida
Tente outra vez

Beba (Beba)
Pois a água viva ainda ta na fonte
Você tem dois pés para cruzar a ponte
Nada acabou, não, não, não

Tente
Levante a sua mão sedenta e recomece a andar
Não pense que a cabeça agüenta se você parar
Não, não, não, não, não, não
Há uma voz que canta, há uma voz que dança
Há uma voz que gira
Bailando no ar

Queira (Queira)
Basta ser sincero e desejar profundo
Você será capaz de sacudir o mundo
Vai, tente outra vez

Tente (Tente)
E não diga que a vitória está perdida
Se é de batalhas que se vive a vida
Tente outra vez...

Raul Seixas

segunda-feira, 7 de maio de 2012

O amor da sua vida


O amor da sua vida

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão.
O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Costuma ser despertado mais pelas flechas do cupido que por uma ficha limpa.
Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco, você a levou para conhecer a sua mãe e ela foi de blusa transparente. Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina o Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam.

Então? Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário, ele escuta Egberto Gismonti e Sivuca. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha.

Ele não tem a maior vocação para príncipe encantado, e ainda assim você não consegue despachá-lo. Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita de boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara? Não pergunte para mim.

Você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes de Woody Allen, dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem o seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo.
Com um currículo desse, criatura, por que diabo está sem um amor? Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó! Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é.

Roberto Freire

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

A coragem de seres só...



Uma arma de triunfo te dei, sobre todas as outras: a coragem de seres só; deixou de te afectar como argumento ou força esmagadora a alheia opinião, as ligeiras correntes e os redemoinhos do mar; rocha pequena, mas segura, sobre ti se hão-de erguer, para que vençam a noite, as luzes salvadoras; não te prendem os louvores dos que te querem aliado, nem as ameaças dos contrários; traçaste a tua rota e hás-de segui-la até ao fim, sem que te desviem as variadas pressões. Só e constante, mesmo em face do tempo; os anos que rolam tu os consideras elemento de experiência; para os homens futuros episódios sem valor; se eles te abaterem, só terão abatido o que há de menos valioso; e contribuirão para que melhor se afirme o que puseste como lição da tua vida; a muitos absorve o atual; mas a ti, que tens como tua grande linha de cultura, e porventura tua alma, a posse das largas perspetivas, a hora começando te vê firme e firme te abandona. Nenhuma estóica rigidez neste teu porte; antes a compassada lentidão, a facilidade maleável de bom ginasta; não é por amor da Humanidade que hás-de perder as mais fundas qualidades de homem. Em tal espelho me revejo, eu que tomei tua alma incerta e a guiei; e contemplo como doce oferenda, como a mais bela visão que me poderias conceder, a clara manhã que já de ti desponta e lentamente progredindo há-de acabar por embalar o universo nos seus braços de luz.

Agostinho da Silva, in 'Considerações'

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Um guerreiro da luz é confiável

Sol Pictures, Images and Photos

"Um guerreiro da luz é confiável. Comete alguns erros, as vezes se julga mais importante do que realmente é. Mas não mente.
Quando se reúne ao redor da fogueira, conversa com seus companheiros e companheiras. Sabe que as palavras saem de sua boca ficam guardadas na memória do Universo, como um atestado do que pensa.
E o guerreiro reflete: "por que falo tanto, se muitas vezes não sou capaz de fazer tudo que digo?" Esta é uma reflexão importante.
O coração responde: "quando você defende publicamente suas idéias, terá que se esforçar para viver de acordo com elas".
E porque pensa que é o que fala, que o guerreiro acaba se transformando no que diz ser."

Trecho do Livro "Manual do Guerreiro da Luz", Paulo Coelho





segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

2012 - Ano do Dragão



Photobucket


O ano de 2012 é, na astrologia chinesa, o ano do dragão, que começa precisamente no dia 23 de janeiro de 2012 e tem fim no dia 09 de fevereiro de 2013.
É um ano governado pelo elemento água, cuja cor referência é preta, e de polaridade yang (o dragão é um signo Yang). 
Existem cinco tipos de dragão: água, terra, metal, fogo e madeira. O dragão água, que é o regente de 2012, é mais pacífico, sensato e sábio, ao contrário dos demais dragões. 
Será um ano de muito poder, onde se ganha dinheiro mais facilmente e se faz fortuna. Os negócios estão favorecidos, pois o dragão é criativo, é visionário e sabe conquistar o apoio dos outros aos seus projetos. 
Algumas profissões possuem uma maior probabilidade de sucesso nesse ano que se inicia, como arquitetura, engenharia, direito, analise de sistemas, filosofia, publicidade, marketing, psicanálise, dentre outras. Quem apostar na comunicação de massa, na tecnologia e no progresso como um todo terá, segundo a tradição chinesa, maior probabilidade de sucesso.
É um ano favorável para casamentos, sociedades comerciais, filhos e uniões diversas. É um ano propício para grandes realizações, para coisas grandiosas, para avanços tecnológicos importantes. 
Podem acontecer excessos relacionados a gastos, pois o dragão é exagerado, é aquele que aposta alto, que torna tudo maior do que realmente é, e por isso devemos ter mais prudência com os gastos e com o entusiasmo pulsante.
O ano do dragão é mesmo um ano de sorte, de amplidão, de bençãos e de fortuna, pois o dragão simboliza o imperador, o poder, a riqueza e a perfeição. Muito se fala a respeito de 2012, mas o que se espera para um ano do dragão de água são mudanças, evoluções, movimentos e transformações profundas. 

A todos um ano muito FELIZ!!! 
Eterna Apaixonada

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

A CONSCIÊNCIA DE SUA MISSÃO...

Photo Sharing


A CONSCIÊNCIA DE SUA MISSÃO...

Frequentemente, pergunto-me:
" O que cada um de nós está a fazer neste planeta?

Se a vida for somente tentar aproveitar o
máximo possível as horas e minutos,
esse filme é tolo.

Tenho certeza de que existe um sentido melhor em tudo o que vivemos.
Para mim, a nossa vinda ao planeta Terra tem basicamente dois motivos:
evoluir espiritualmente e aprender a amar melhor.
Todos os nossos bens na verdade não são nossos.

Somos apenas as nossas almas.
E devemos aproveitar todas as oportunidades que a vida nos dá para nos aprimorarmos como pessoas.

Portanto, lembre-se sempre que os seus fracassos são sempre os melhores professores e é nos momentos difíceis
que as pessoas precisam encontrar uma razão maior para continuar em frente.
As nossas acções, especialmente quando temos de nos superar, fazem de nós pessoas melhores.

A nossa capacidade de resistir às tentações,
aos desânimos para continuar o caminho é que nos torna pessoas especiais.
Ninguém veio a esta vida com a missão de
juntar dinheiro e comer do bom e do melhor.
Ganhar dinheiro e alimentar-se faz parte da vida, mas não pode ser a razão da vida.

Tenho certeza de que pessoas como
Martin Luther King, Mahatma Ghandi, Nelson Mandela, Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, Betinho e tantas outras anónimas,
que lutaram e lutam para melhorar a vida dos mais fracos e dos mais pobres, não estavam motivadas pela idéia de ganhar dinheiro.
O que move essas pessoas generosas a trabalhar diariamente, a não desistir nunca?

A resposta é uma só:
a consciência de sua missão nesta vida.
Quando você tem a consciência de que através do seu trabalho você está a realizar a sua missão você desenvolve uma força extra, capaz de levá-lo ao cume da montanha mais alta do planeta.

Infelizmente, muita gente perde-se nesta viagem e distorce o sentido de sua existência pensando que acumular bens materiais é o objetivo da vida.
E quando chega no final do caminho percebe que o caixão não tem gavetas e que ela só vai poder levar daqui o bem que fez às pessoas.

Se você tem estado angustiado sem motivo
aparente está aí, um aviso para parar e refletir sobre o seu estilo de vida. Escute a sua alma: ela tem a orientação sobre qual caminho seguir.

Tudo na vida é um convite para o avanço e a
conquista de valores, na harmonia e na glória do bem.
Roberto Shinyashiki