terça-feira, 24 de agosto de 2010

Aquele que olhou para si mesmo e descobriu-se


Onde vais? Perguntou o cozinheiro ao empregado de mesa.

Um pouco cansado, João respondeu:

Vou pausar e fumar um cigarro, já são poucos os clientes que estão na sala.



Dirigiu-se ás traseiras do restaurante abriu a porta dos fundos e sentou-se nas caixas de fruta que lá se encontravam.

Ainda antes acender o cigarro olhou para o céu e contemplou as poucas estrelas que ali se encontravam. Suspirou e disse:

Que Vida esta! Estou sempre aqui, e por vezes esqueço-me que estou aqui. Estranho! Por vezes sinto, que não vivo, é como se me esquece-se de mim.

O momento de simplicidade e cumplicidade entre mim e tudo o que me rodeia parece por vezes tão distante, que esqueço a minha Presença neste mundo no qual vivo e experimento a Vida. Onde estou "EU"? O que ando eu a fazer? Será possível que quem sou, não saiba quem sou?



Ainda confuso com as questões que colocara a si mesmo. Lembrou-se o que dissera antes.

..."Estou sempre aqui, e por vezes esqueço-me que estou aqui"...



Pois! Só pode ser isso, esqueço-me de mim. Um esquecimento, algo semelhante a um sonho, onde eu vivo adormecido para comigo próprio. Vejo a vida ao meu redor, vivo em função do meu exterior, das tarefas, das obrigações e responsabilidades que encontro. Incluo tudo isto na minha vida, excepto talvez o mais importante "EU".



Naquele momento a Vida parou, a pequena brisa que o acariciava a lua e o canto de um Mocho conduziram-no á simples Presença de se incluir a si mesmo no momento.

Foi então que subiu á estrela mais alta, de forma a puder contemplar e olhar para si, um olhar tenro meigo e inocente, de quem não teve medo de olhar para a Vida como ela "É". Uma Observação que nada exclui e tudo inclui.

Agora, nada estava de fora, nada estava separado, tudo fazia parte do todo incluindo a pequena estrela que o ajudara a tomar Consciência do todo.



Estupefacto com a simplicidade do momento, o "EU" tornara-se o todo, vislumbrando o todo. Uma tomada de Consciência simples e natural, que olha observa e contempla a personagem e o filme em simultâneo. Que vê não com os olhos físicos mas com a Consciência que é o Todo olhando para si mesmo.

Suas palavras fluíam de forma espontânea:

Quando Observo a Vida, quando Observo o todo, incluindo quem eu julgava apenas SER, vejo que o esquecimento era apenas isso um esquecimento.

Que magia posso "EU" ter para mim? Uma vez que me reconheço no todo, que estou disposto a lembrar-me que sou o todo. Seu Coração bateu forte, e uma energia de luz pura se apoderou do seu corpo.



As seguintes palavras nasceram em si.

Viver em mim é viver em ti, ambos somos "UM". A Criação e o criador são faces da mesma moeda, nada se exclui e tudo se experimenta. A Magia que aqui questionas é a Criação, a Magia da evolução e da felicidade, que se encontra somente no Coração.

Um Coração que tudo aceita e nada julga, pois sabe que está julgando-se a si mesmo, auto criando-se a si mesmo.

Um Coração que nada ignora e que sabe que tudo têm um propósito, o de SER feliz com ele mesmo.

Um Coração que abraça a humildade a honestidade e por fim toda a sua Criação, transformando o mundo que vê no mundo que Vive.



Ao Seres Feliz... Viverás Feliz...

10 comentários:

  1. Concordo. Esse texto me fez lembrar algo dito pelo Dalai Lama: "A felicidade é um estado de espírito". Abraço

    ResponderEliminar
  2. O coração é pura sabedoria, mas só ele...
    Beijo Lisette

    ResponderEliminar
  3. Acho que nosso coração é o nosso melhor amigo, sempre segui ele.
    Muito legal o texto e a foto é linda.
    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Eis no que dá, quando filosofia e poesia se juntam e põem-se,discreta e mansamente, a caminhar.
    Belo!
    Bj. no coração.

    ResponderEliminar
  5. O amor nasce de um beijo, cresce de um sorriso, alimenta-se de um carinho e ressuscita de um perdão."
    Uma boa semana
    Bjs com carinho

    ResponderEliminar
  6. tem uma frase q diz que quem olha pra fora sonha, quem olha pra dentro acorda... [esqueci o autor] maas é muito verdadeira... bjs doces.

    ResponderEliminar
  7. A felicidade esta dentro de cada um, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  8. OI, Sou Regina amiga de Maria Luíza. Agradeço a vos pelo seu comentário. Também estou acompanhando desde ontem o resgate dos mineiros.Torcendo por eles e Rogando a Nossa Senhora para que todo corra bem.Fico feliz por ganhar mais uma seguidora. Ogrigada.

    ResponderEliminar
  9. Oi, muito obrigada pelo comentário em meu blog.
    Lindo o seu texto. Lindo e emocionante.
    Abraços!

    ResponderEliminar