terça-feira, 28 de julho de 2009

O que significa ser pobre

O que significa ser pobre


Foi nos dito que Pobreza é sinónimo de escassez falta e carência, de facto a carência é pobreza. Mas o que significa carência e qual a natureza da mesma, carência significa necessidade, necessidade de algo esse algo pode ser a necessidade de comida roupa abrigo ou simplesmente Amor. Existe então uma lacuna o Homem sente se assim incompleto e imperfeito, o que por si só nestes parametros é obvio e natural que assim o seja.

Mas é nos legítimo questionar o porquê do sucedido e aprofundar ainda mais a natureza do mesmo. Em tudo a Vida demonstra abundância, a Natureza é toda ela sinónimo de riqueza, o ar que respiramos existe em abundância, a terra que pisamos existe em abundância, o silencio que contemplamos existe em abundância, e a Presença que contemplamos existe em abundância. No mundo do manifesto da criação material, fruto de uma imaginação fértil por parte do Homem, também nele existe abundância, está provado que uma vez Conscientemente gerido os recursos naturais do Planeta, os mesmos demonstram uma capacidade extraordinária de auto sustentabilidade abundante e rica para com a Vida no Planeta.

Prova disso é o desequilíbrio de gestão actual que a sociedade tem vindo a demonstrar, desde a quantidade excessiva de comida ingerida por uma pequena parcela de habitantes do Planeta ao desperdício de alimentos e de recursos energeticos que se destinam a aterro sanitários. Passando ainda pela a concepção de alimentos não biológicos, que visam a exploração de recursos humanos em prol de uma alimentação supérflua e prejudicial para Homem, tudo em prol de uma economia de consciencia condicionada e interesseira.

Ainda referente ao mundo material do consumismo, constatamos o desequilíbrio das sociedades ditas modernas, para as sociedades do terceiro mundo, a “riqueza” material atingiu parâmetros de descalabro total, exemplo disso são as riquezas Pessoais que atingiram valores nunca antes mencionados, desde banqueiros empresários traficantes políticos jogadores de futebol, etc. Na sociedade dita moderna um jovem dispõe de 5 euros para ver um filme de guerra ao cinema, no outro lado do mundo um jovem não dispõe de nada para ver o filme de guerra, ele o presencia ao vivo, em muitos países do terceiro mundo 5 euros equivalem a sustentabilidade e alimentação de uma família com 5 membros durante um mês.

O medo também ele é sinonimo de pobreza pois pressupõe que somos seres limitados e condicionados, empobrecendo assim de forma ilusória a Vida.

Enfim os exemplos são inúmeros, contudo existe um paradoxo, há uma Natureza abundante e um "conceito" não abundante, o Homem não é abundante contudo o Planeta o “É”.

A verdadeira Pobreza não é uma pobreza exterior mas sim interior, a verdadeira pobreza está na ignorância do Homem para com ele próprio, ele se desconhece e se esqueceu de quem “É”, que ele sim é UM com a Natureza e por consequência abundante. A Pobreza é uma pobreza de Consciência de Presença e de Vida, o Homem terá que olhar para dentro e constatar que a liberdade que lhe fora concedida foi inclusive a liberdade ilusória de ser Pobre.

O artigo que aqui escrevo não pretende apontar o dedo a ninguém, apenas constato uma reflexão que provem do interior de cada um, acreditar que o Mundo pode ser pobre é materializa-lo deixemos de culpar seja o que for pois a culpa por si só pressupõe a existência de um erro, quando na realidade não existe erro, apenas existe uma percepção limitada de quem somos enquanto Vida.

SER VIDA é SER ABUNDANTE

SER VIDA É SER UM COM A VIDA

PAZ

4 comentários:

  1. Somos pobres, quando
    menosprezamos e damos
    pouca ou nenhuma importancia,
    a este presente dado por Deus,
    que é nossa vida.
    Que bom te ler, e com tanta
    competência, com essa leveza
    que é só sua.
    Amei.

    Beijinho

    Glória

    ResponderEliminar
  2. Somos pobres quando perdemos o que é mais precioso aos sentimentos.

    ResponderEliminar
  3. Your blog is very nice. The images are very beautiful. God is Great. Best wishes.

    http://www.thedynamicnature.com

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito deste texto.
    É impressionante a reflexão que cada um de nós consegue retirar dele.
    Beijinhos, um em especial para a Fátima.

    Rita M.

    ResponderEliminar